Todos os posts por

03 Festival Cultivar - Expedição Origem (Divulgação Árvores Vivas)
Foto: Julian Marques

Foto: Julian Marques

Uma exposição onde o aprendizado depende do exercício dos sentidos

A Exposição A Biodiversidade na Cultura Brasileira chega ao Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, de 08 a 21 de março. Parte da programação do Festival Cultivar 2015, a exposição convida a descobrir nossa biodiversidade sentindo frutos, sementes, cascas, madeiras, resinas, látea e outros materiais e amostras.

São 11 árvores brasileiras em destaque, incluindo pau-brasil, castanheira-do-pará, jequitibá-rosa, seringueira, dentre outras. São apresentados frutos, sementes e subprodutos destas espécies, além de mudas jovens para que se conheça a árvore viva.

Completam a mostra imagens e informações sobre algumas espécies ilustres do Brasil. A atividade promove a possibilidade de criação de um vínculo mais profundo e com sentido efetivo entre as pessoas e a natureza.

A exposição destaca 11 árvores brasileiras, incluindo pau-brasil, castanheira-do-pará, jequitibá-rosa, seringueira, dentre outras. São apresentados frutos, sementes e subprodutos destas espécies, além de mudas jovens para que se conheça a árvore viva.

Fotos de natureza selecionadas a partir de um concurso nacional realizado entre os funcionários da Rodonaves integram o acervo exposto no Conjunto Nacional.

Visitas monitoradas e oficinas são oferecidas a escolas, grupos e instituições que visitarem a exposição, desde que previamente agendados pelo email festivalcultivar@gmail.com

O 6º Festival Cultivar é uma realização do Instituto Árvores Vivas, e é possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São ‘Paulo, com patrocínio da Rodonaves e da AES Eletropaulo, produção executiva da Origem Produções e apoio da Envolverde Comunicação. Todas as atividades são gratuitas.

Realizado anualmente pelo Instituto Árvores Vivas, este é o primeiro e maior evento brasileiro focado na reconstrução do vínculo entre sociedade e natureza, levando centenas de crianças e famílias de volta à origem natural dos recursos e serviços ambientais essenciais à existência humana. Toda programação é criada para estimular a reconexão homem x natureza nos aspectos da cultura, saúde e qualidade de vida, identidade e patrimônio.

Programação completa: http://goo.gl/wPPWjT

Serviço

08/09 a 21/09

Exposição Biodiversidade na Cultura Brasileira

Conjunto Nacional

Endereço: Av. Paulista 2073

Horário: 07h às 22h (segunda a sábado) e 10h às 22h (domingo)

Aberto continuamente no horário de funcionamento do Conjunto Nacional

Monitoria das 10h às 20h – público geral

Escolas e Grupos – 14h às 16h – terça à quinta – devem agendar a participação por email festivalcultivar@gmail.com ou através do formulário no site do evento a partir de 15 de agosto

Horta do Centro Cultural São Paulo

Com participação de Neide Rigo, atividade convida os paulistanos a conhecer a história das hortas comunitárias em São Paulo com caminhada para conhecer as PANCs e oficina de adereços naturais

 

Horta do Centro Cultural São Paulo

Horta do Centro Cultural São Paulo

No dia 13 de setembro, domingo, o Festival Cultivar leva os paulistanos a uma das hortas comunitárias mais conhecidas da cidade: a Horta do Centro Cultural São Paulo (CCSP). A atividade desvenda a história das hortas comunitárias em São Paulo, conta um pouco da história e do funcionamento da horta do CCSP, promove uma oficina de adereços naturais e convida os participantes a realizar um mutirão no local.

Uma convidada ilustre participa da Expedição A Natureza é PANC: Neide Rigo. Nutricionista interessada por ervas ruderais comestíveis, ingredientes pouco conhecidos, esquecidos ou desvalorizados, Neide é membro do Slow Food e participa atualmente de um projeto de oficinas para merendeiras no sertão da Bahia. É curadora do projeto Comer é Mais, no Sesc Belenzinho, e já fez várias expedições pelas ruas de São Paulo identificando ervas e espécies alimentícias e medicinais. É autora do blog Come-se e escreve a coluna Nhac, no caderno Paladar do jornal O Estado de São Paulo. Neide abordará o universo das Plantas Alimentícias não Convencionais (PANCs).

Neide Rigo falará sobre as PANCs

Neide Rigo falará sobre as PANCs

A Horta Comunitária do CCSP surgiu de uma parceria entre o grupo Hortelões Urbanos e a Divisão Educativa do Centro Cultural com objetivo de ser um espaço experimental de cultivo de hortaliças e troca de experiências e conhecimentos sobre agricultura urbana aberto a toda a população. A manutenção e a colheita da produção são feitas por voluntários que se reúnem em mutirões, nos quais a horta recebe os devidos cuidados (adubação, arejamento, poda, controle de pragas, plantio, rega, colheita de sementes etc) seguindo os princípios da agroecologia.

A proposta de manejo agroecológico da Horta do CCSP envolve, entre outros, o não uso de agrotóxicos, o plantio em consórcio de espécies no lugar da convencional monocultura, a preservação da biodiversidade, o reconhecimento do papel ecológico de todos os seres vivos, o estímulo ao consumo de plantas locais, tradicionais e não convencionais e a valorização do homem e da mulher do campo. Além de mutirões, são promovidas oficinas, picnics colaborativos, troca de saberes, festas e celebrações.

No dia da atividade acontece o mutirão mensal da horta, e André Biazoti (integrante dos Hortelões Urbanos, voluntário na Horta do CCSP e coordenador do projeto Cidades Comestíveis) vai compartilhar com o público todos os detalhes sobre o movimento de hortas urbanas. A atividade é grátis e aberta ao público.

André Biazoti

André Biazoti

O 6º Festival Cultivar é uma realização do Instituto Árvores Vivas, e é possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São ‘Paulo, com patrocínio da Rodonaves e da AES Eletropaulo, produção executiva da Origem Produções e apoio da Envolverde Comunicação. Todas as atividades são gratuitas.

Realizado anualmente pelo Instituto Árvores Vivas, este é o primeiro e maior evento brasileiro focado na reconstrução do vínculo entre sociedade e natureza, levando centenas de crianças e famílias de volta à origem natural dos recursos e serviços ambientais essenciais à existência humana. Toda programação é criada para estimular a reconexão homem x natureza nos aspectos da cultura, saúde e qualidade de vida, identidade e patrimônio.

Programação completa: http://goo.gl/wPPWjT

13/09 (domingo) | Expedição A Natureza é PANC | Centro Cultural São Paulo – Horta | Endereço: Rua Vergueiro 1000 | Horário: 10h às 14h

exposicao_julianmarques

Visitas monitoradas à Exposição Biodiversidade na Cultura Brasileira, oficinas, plantios, trilhas e atividades artísticas para grupos são gratuitas durante o Festival

exposicao_julianmarques

Foto: Julian Marques

Promover o contato com a natureza por meio de atividades em grupo, como plantios, criação de bombas de sementes, exposição sobre biodiversidade e trilhas é uma das ações do Festival Cultivar 2015.

As atividades acontecem no Conjunto Nacional, no Horto Florestal e Museu Otavio Vecchi (na cidade de São Paulo) e no Parque Vassununga (na cidade de Santa Rita do Passa Quatro).

Entre os dias 08 e 21 de setembro, a Exposição Biodiversidade na Cultura Brasileira estará aberta à visitação no Conjunto Nacional. Composta por elementos das árvores (frutos, sementes, madeiras), imagens e informações sobre algumas espécies ilustres do Brasil, a exposição oferece visitar guiadas e atividades voltadas a grupos. O objetivo é conhecer a biodiversidade exercitando os sentidos, tocando e cheirando cascas, madeiras, frutos, sementes, resinas e outros materiais e amostras de árvores brasileiras.

Já de 22 a 24 de setembro, as atividades serão promovidas no Horto Florestal e no Museu Otavio Vecchi. A ação Criança e Natureza inclui atividades em meio ao verde, como plantio de árvores e bombas de sementes, além de oficinas artísticas inspiradas pela natureza.

Nos dias 01 e 02 de outubro, no Parque Vassununga, em Santa Rita do Passa Quatro, o Festival Cultivar promove a Expedição Jequitibá Rosa, voltada a escolas da região. O Parque é uma área de grande destaque ecológico por representar um dos últimos remanescentes de vegetação natural outrora existente na região, um relicário de fauna e flora.

IMG_0111

Abriga a maior concentração de indivíduos de espécies Jequitibá-Rosa, incluindo o maior exemplar paulista acessível a visitação pública. Este espécime é uma das árvores mais antigas do mundo, com idade estimada em mais de 3 mil anos. Tem 40 metros de altura, o que equivale a um prédio de 13 andares. Essas e outras informações serão apresentadas aos participantes desta expedição folclórica, que contará com a presença do Saci e do Curupira.

Para participar das atividades é preciso agendar pelo email festivalcultivar@gmail.com ou pelo formulário do site festivalcultivar.com.br

O 6º Festival Cultivar é uma realização do Instituto Árvores Vivas, e é possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São ‘Paulo, com patrocínio da Rodonaves e da AES Eletropaulo, produção executiva da Origem Produções e apoio da Envolverde Comunicação. Todas as atividades são gratuitas.

Realizado anualmente pelo Instituto Árvores Vivas, este é o primeiro e maior evento brasileiro focado na reconstrução do vínculo entre sociedade e natureza, levando centenas de crianças e famílias de volta à origem natural dos recursos e serviços ambientais essenciais à existência humana. Toda programação é criada para estimular a reconexão homem x natureza nos aspectos da cultura, saúde e qualidade de vida, identidade e patrimônio.

Programação completa: http://goo.gl/wPPWjT

Serviço

08/09 a 21/09

Exposição Biodiversidade na Cultura Brasileira | Conjunto Nacional | Endereço: Av. Paulista 2073 | Horário: 07h às 22h (segunda a sábado) e 10h às 22h (domingo) | Aberto continuamente no horário de funcionamento do Conjunto Nacional | Monitoria das 10h às 20h – público geral | Escolas e Grupos – 14h às 16h – terça à quinta – devem agendar a participação por email festivalcultivar@gmail.com ou através do formulário no site do evento

22 a 24/09

Criança e Natureza | Atendimento a escolas, instituições e grupos | Horto Florestal + Museu Otavio Vecchi | Horário: 9h às 11h e 14h às 16h | Endereço: Rua do Horto 931 | Escolas e grupos devem agendar a participação por email festivalcultivar@gmail.com ou através do formulário no site do evento

01 e 02/10 (quinta e sexta)

Expedição Folclórica Jequitibá Rosa | Parque Vassununga – Santa Rita do Passa Quatro | Horário: 9h às 11h e 14h às 16h | Endereço: Rodovia Anhanguera SP 330, km 245 – Santa Rita do Passa Quatro | Escolas e grupos devem agendar a participação por email festivalcultivar@gmail.com ou através do formulário no site do evento

Expedição "Árvores do Mundo" - Festival Cultivar 2014

Expedição Origens, que acontece no dia 05 de setembro, une especialistas para promover a reconexão do público com a natureza original da cidade de São Paulo

Expedição "Árvores do Mundo" - Festival Cultivar 2014

Expedição “Árvores do Mundo” – Festival Cultivar 2014

No dia 05 de setembro, sábado, o Parque Trianon (Tenente Siqueira Campos), localizado no meio da Avenida Paulista, abriga uma atividade especial. A Expedição Origens abre o Festival Cultivar 2015 e convida os paulistanos a se conectarem com a vegetação remanescente de Mata Atlântica no parque.

A expedição na mata do Trianon, que já tradicionalmente abre a programação do Festival Cultivar anualmente, traz desta vez, além da riqueza de informações sobre fauna, flora e meio ambiente, referências naturais indígenas. Durante uma caminhada entre as árvores os participantes conhecerão um pouco mais sobre a arborização da cidade, do Parque Trianon e de seus animais e espécies de árvores, lendas e histórias. Muitas árvores no parque têm mais de 300 anos de idade e revelam a riqueza da Mata do Caaguaçu, que ocupava originalmente a região.

Juliana Gatti (designer para a sustentabilidade pelo Gaia Education com especialização em paisagismo, botânica e ecologia; idealizadora da Rede de Troca Sementes e Mudas e diretora e curadora do Festival Cultivar) e Sandro Von Matter (especialista em ecologia de florestas tropicais, pesquisa e conservação das aves, fundador do Instituto Passarinhas e um dos maiores entusiastas da popularização da observação de aves no país) abordarão aspectos ambientais, fauna, flora, interações e histórico da rica Mata do Trianon.

Para abordar aspectos da cultura indígena, o Cultivar recebe neste dia duas convidadas: Ciça Veiga e Jerá Giselda.

Formada em pedagogia e antropologia, Ciça Veiga é educadora e pesquisadora das línguas e da cultura indígena. Tem experiência com diferentes povos indígenas do país e é curiosa sobre os conhecimentos ancestrais e atuais, principalmente aqueles que estão nas entrelinhas de nossa história.

Jerá Giselda é da etnia Guarani Mbya e nasceu na Aldeia Tenondé-Porã, em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo. Formada em pedagogia pela USP e hoje vice-diretora da escola indígena da comunidade, é uma das lideranças mais importantes da aldeia, fazendo frente a vários movimentos pela defesa das terras guaranis do extremo sul.

A Expedição Origens acontece no dia 05 de setembro, sábado, a partir das 14h no Parque Trianon (ponto de encontro na entrada da Avenida Paulista). A participação é gratuita.

O 6º Festival Cultivar é uma realização do Instituto Árvores Vivas, e é possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São ‘Paulo, com patrocínio da Rodonaves e da AES Eletropaulo, produção executiva da Origem Produções e apoio da Envolverde Comunicação. Todas as atividades são gratuitas.

Realizado anualmente pelo Instituto Árvores Vivas, este é o primeiro e maior evento brasileiro focado na reconstrução do vínculo entre sociedade e natureza, levando centenas de crianças e famílias de volta à origem natural dos recursos e serviços ambientais essenciais à existência humana. Toda programação é criada para estimular a reconexão homem x natureza nos aspectos da cultura, saúde e qualidade de vida, identidade e patrimônio.

Programação completa: http://goo.gl/wPPWjT

Conheça os guias da Expedição Origens

Ciça Veiga participa da Experdição Origens

Ciça Veiga participa da Experdição Origens

Ciça Veiga – Formada em Pedagogia (Mackenzie, 2006) e Antropologia (Unicamp, 2012), com mestrado em Línguas Indígenas/Linguística (Unicamp, 2015), em que realizou uma pesquisa sobre a escrita das narrativas de tradição oral, em nheengatu e português, pelos professores do povo Baniwa, na Amazônia; o que resultou na publicação do livro Escola Kariamã conta umbuesá, pela Revista Leetra Indígena (Ufscar). Educadora, contadora de histórias e autora do livro infantil O infinito de Aruê, que narra a história de um menino que encontrou um pedaço de arame no chão e o transformou em brinquedo. Tem experiências com diferentes povos indígenas do país e é curiosa sobre os conhecimentos ancestrais e atuais, principalmente aqueles que estão nas entrelinhas de nossa história.

Jerá Giselda, da Aldeia Tenondé-Porã, participa da Expedição Origens

Jerá Giselda, da Aldeia Tenondé-Porã, participa da Expedição Origens

Jerá Giselda – Jerá Giselda é da etnia Guarani Mbya e nasceu na Aldeia Tenondé-Porã, em Parelheiros, Zona Sul de São Paulo. Formada em pedagogia pela USP e hoje vice-diretora da escola indígena da comunidade, é uma das lideranças mais importantes da aldeia, fazendo frente a vários movimentos pela defesa das terras guaranis do extremo sul, lutando pela preservação da cultura de seu povo e resistindo.

Juliana Gatti, do Instituto Árvores Vivas - Foto: Sandro Von Matter

Juliana Gatti, do Instituto Árvores Vivas – Foto: Sandro Von Matter

Juliana Gatti – Designer para a sustentabilidade pelo Gaia Education com especialização em paisagismo, botânica e ecologia. Fundadora do Instituto Árvores Vivas para Conservação e Cultura Ambiental. Há nove anos trabalha com pesquisas sobre a relação entre pessoas e o meio ambiente. Inspira-se na diversidade natural como uma obra de arte infinita e viva. Desenvolve a metodologia multissensorial-integrativa-informativa aplicada nas ações do Instituto. Também é idealizadora da Rede de Troca Sementes e Mudas e anualmente faz a direção e curadoria do Festival Cultivar.

Sandro Von Matter, do Instituto Passarinhar

Sandro Von Matter, do Instituto Passarinhar

 Sandro Von Matter – Fundador do Instituto Passarinhar, associação parceira na realização do Festival Cultivar. Sandro é especialista em ecologia de florestas tropicais, interações mutualísticas, pesquisa e conservação das aves, além ser um dos maiores entusiastas da popularização da observação de aves no país. Um pesquisador dedicado a aproximar as pessoas da ciência, conectando divulgação científica, ciência colaborativa e educação há mais de 15 anos. Atualmente tem focado seus esforços em encontrar formas inovadoras de restaurar e reconectar áreas verdes em ambientes urbanos. Consultor científico do Instituto Árvores Vivas, é também curador das ações do Festival Cultivar.

Serviço: 05/09 (sábado) | Expedição Origens | Parque Tenente Siqueira Campos – Trianon | Endereço: Av. Paulista 1578 | Horário: das 14h às 17h (recepção às 14h)

 

Crianças participam de atividades da 5ª edição do Cultivar - Foto de Julian Marques
Expedição "Árvores do Mundo" - Festival Cultivar 2014

Expedição “Árvores do Mundo” – Festival Cultivar 2014

O Festival Cultivar 2015 já tem data definida: de 05 de setembro a 03 de outubro.

A abertura acontece no dia 05 de setembro, com uma expedição pela Mata do Parque Trianon a partir das 14h. A atividade será inspirada, dentro da exuberância da Mata Atlântica, pelas referências naturais indígenas e as poesias da natureza. Uma caminhada entre as árvores, um convite a estabelecer contato com essa paisagem que explode em plena Avenida Paulista, promovendo a reconexão dos participantes com a natureza original na cidade de São Paulo.

No dia 06/09 é a vez de observar as aves no Parque Trianon. Esta Expedição convida o público a conhecer e reconhecer as aves do nosso dia a dia, promovendo uma observação contemplativa conduzida por Sandro Von Matter, do Instituto Passarinhar. A atividade inclui ainda oficina de sons e dicas de fotografia.

No dia 08/09 a exposição Biodiversidade na Cultura Brasileira floresce no Conjunto Nacional, onde permanece até 21 de setembro (dia da árvore). A exposição é composta por elementos das árvores (frutos, sementes, madeiras), imagens e informações sobre algumas espécies ilustres do Brasil. Visitas guiadas e atividades voltadas a grupos, escolas e instituições serão promovidas no local.

No dia 12/09, o Teatro Eva Herz, na Livraria Cultura, abriga o Cultivar Ciclos, série de palestras inspiradoras sobre aspectos das relações entre homem e natureza. No mesmo local será entregue o Prêmio Jequitibá de Relevância em Pesquisa, que tem como objetivo premiar trabalhos que se destacam em projetos de conservação ambiental.

A Expedição A Natureza é PANC, que acontece no Centro Cultural São Paulo (CCSP) no dia 13/09, convida os paulistanos a conhecer a história das hortas comunitárias na cidade. Uma oficina de adereços naturais e mutirão na Horta do CCSP completam a atividade. Neide Rigo, do Come-se, é convidada especial nesta programação.

No dia 19/09, o Cultivar promove uma Expedição Fotográfica, Desenhos e Pinturas no Parque da Luz, coração da arborização urbana da cidade e primeiro jardim botânico de São Paulo. A atividade é uma introdução à história ambiental do parque e um convite à realização de fotos e desenhos da natureza local. O resultado será exposto em um varal no Parque da Água Branca no final de semana das Oficinas Verdes, nos dias 26 e 27/09.

No domingo, 20 de setembro, as atividades chegam ao Parque Buenos Aires. É a vez da contação de histórias e de desvendar um pouco a arborização daquele pedaço de verde.

Observação de árvores e aves, plantios, bombas de sementes e muita arte serão realizados no Horto Florestal e no Museu Otávio Vecchi nos dias 22, 23 e 24 de setembro. As atividades são voltadas a crianças de escolas públicas e instituições em geral.

Crianças participam de atividades da 5ª edição do Cultivar - Foto de Julian Marques

Crianças participam de atividades da 5ª edição do Cultivar – Foto de Julian Marques

O fim de semana de 26 e 27 de setembro concentra as atividades no Parque Água Branca: Oficinas Verdes para crianças e famílias, bate-papos sobre tecnologias ambientais e arte inspirada na natureza. Nos mesmos dias acontece o Cine Natureza – exibição de filmes com temáticas ambientais e bate-papo – no Espaço Cultural Tatersal.

O já tradicional Picnic de troca de sementes e mudas das estações acontece no dia 27 de setembro, também no Parque Água Branca. Os encontros, que surgiram na primeira edição do Cultivar, hoje transformaram-se em uma Rede Nacional que tem por missão conservar a biodiversidade, promover a cultura ambiental e viabilizar a manutenção da segurança alimentar. No mesmo dia acontecem encontros da Rede de Troca – programa gerido pelo Instituto Árvores Vivas – simultâneos em outras cidades nos estados de São Paulo, Rio, Minas e Santa Catarina.

Para valorizar o cerrado brasileiro, o Festival também realiza atividades com conteúdo folclórico em parques nas cidades de Santa Rita do Passa Quatro e Ribeirão Preto. No Parque Vassununga, em Santa Rita do Passa Quatro, será promovida a Expedição Folclórica Jequitibá-Rosa, envolvendo escolas da região, nos dias 01 e 02 de outubro. O parque abriga a maior concentração de indivíduos de espécies Jequitibá-Rosa, incluindo o maior exemplar paulista acessível a visitação pública.

As atividades do Festival se encerram no dia 03 de outubro, com programação aberta ao público em geral no Parque Curupira, em Ribeirão Preto.

O 6º Festival Cultivar é uma realização do Instituto Árvores Vivas, e é possível graças ao Programa de Apoio à Cultura (ProAC), do Governo do Estado de São ‘Paulo, com patrocínio da Rodonaves e produção executiva da Origem Produções. Todas as atividades são gratuitas.

Para participar das atividades oferecidas a escolas, grupos e instituições, é preciso se inscrever através do email festivalcultivar@gmail.com. Em breve o formulário estará disponível no site do evento.

Acompanhe o Cultivar nas redes e fique de olho na programação:

festivalcultivar.com.br | https://www.facebook.com/festivalcultivar | https://instagram.com/festivalcultivar/ | https://twitter.com/CultivarFest