Todos os posts por Festival Cultivar

aleba - oficina de silk 1

aleba - oficina de silk

aleba - oficina de silk 1

aleba - oficina de silk 2

aleba - oficina de silk 3

Aleba e a Oficina Serigráfica leva uma estrtutura itinerante de silk para o FESTIVAL CULTIVAR. Os participantes poderão interagir com o processo de estampagem ao vivo, personalizando suas próprias camisetas ou vendo como acontece o processo ao vivo, enquanto suas camisetas são personalizadas.

Traga camisetas antigas para ganhar uma nova estampa!

SÁBADO dia 20 das 12h às 16h na Arena Central do Parque da Água Branca

cabelo - oficina de arte natural

Valdinei Calvento é o artista convidado e facilitador das duas oficinas. Por 12 anos esteve envolvido nos departamentos de criação de grandes marcas como Cavalera e Forum. Paralelo a isso, dedicou-se ao seu trabalho autoral, experimentando mídias, suportes variados e maneiras de comunicar suas idéias.

Sua expressão é inspirada nas lutas por uma cidade melhor, mais sustentável e amiga das bicicletas!

A oficina de Arte Natural tem por objetivo criar desenhos/objetos com recursos naturais, tais como folhas, pedras e gravetos, explorando a interação com o meio ambiente e a imaginação dos participantes.

Acontece no sábado dia 20, das 13h às 15h no Parque da Água Branca

cabelo - oficina de arte natural

cabelo - oficina arte natural 1

Na oficina de Stencil os participantes vão ter a prática com a utilização de máscaras aplicadas em diversas mídias como: camisetas, pôsteres, adesivos.

Acontece no sábado dia 20, das 10h às 12h no Parque da Água Branca

As inscrições para estas e outras atividades do evento você pode fazer aqui

cabelo - stencil

cabelo - stencil 2

 

max - plantas aquaticas 1

Um encontro com um dos maiores especialistas em sistemas de equilíbrio biológico da água.

DIA 21 DE SETEMBRO das 9h às 11h

Dr Max irá demonstrar os conceitos básicos do sistema que desenvolveu e implementou, apresentando os materiais utilizados. Em 8 anos de comprovou que é totalmente possível  ter um aquário autociclante sem nenhuma interferência continua e metódica, requerendo apenas alguma alimentação suplementar, reposição da água evaporada, e de vez em quando uma relaxante jardinagem.

Ele vem de Marília especialmente para o evento e você pode fazer sua inscrição aqui, as vagas são limitadas!

 

max - plantas aquaticas 1

max - plantas aquaticas - 2

max foto 1

 

2013-FOTOGRAFANDO-KORA-ALTA

Amanda Almeida é geógrafa, educadora socioambiental, apaixonada por fotografia, artes visuais e natureza. Fotógrafa no Estúdio AyÜn – Fotografia e Outras Histórias. Ela conduzirá a EXPEDIÇÃO FOTOGRAFIAS DA NATUREZA que abre a programação do Parque da Água Branca deste final de semana, a partir das 8h até às 10h – ponto de encontro nas tendas da Arena Central.

O objetivo dessa vivência é, através da sensibilidade e do repertório de cada participante, ampliar o horizonte poético da fotografia na relação com a Natureza e com o Parque. Duas horas onde serão feitas visualizações, conversas e experimentações, estimulando a percepção, descondicionando o olhar e acolhendo a diversidade estimulada pela poesia.

Noções básicas de fotografia, tais como enquadramento, luz, sombra, elementos temáticos, edição de imagens e uso do equipamento digital serão abordados brevemente, pois não será o foco principal da atividade.

Não é necessário ter conhecimento prévio de fotografia; apenas algum equipamento para capturar imagens e vontade de fotografar.

Uma manhã, em grupo, no parque vivenciando os sentidos na relação com a natureza e com a criatividade.

Para participar traga:

  • câmera digital com visor para ver as imagens: cybershot ou de celular ou outra;
  • bloco para anotar e desenhar;
  • lápis e caneta;
  • canga ou toalha para sentar no chão (teremos banquinhos, caso não goste ou não possa sentar no chão);
  • capa de chuva e guarda-chuvas para a saída fotográfica caso o tempo esteja garoando

Vagas limitadas

Inscrições aqui

Atividade Gratuita e Aberta à todos

DSC_1461

DSC_1451-alexandre

DSC_0400

DSC_0368

2013-FOTOGRAFANDO-KORA-ALTA

ISemCultArvores_234
Venha se reconectar a natureza por meio da arte!

O Instituto Árvores Vivas convida você para participar do Festival Cultivar, este fim de semana em São Paulo,  20 e 21 de Setembro, nos Parques da Água Branca eBuenos Aires. Diversas atividades de qualidade totalmente gratuitas estarão sendo oferecidas ao público.

Cultivar Ciclos
Sábado, 20 de Setembro das 18h as 21h.
O ciclo de palestras do festival 2014 é focado na relação entre os temas: cidades, meio ambiente e qualidade de vida.

Entre os palestrantes estarão:
CECILIA POLACOW HERZOG paisagista urbana, professora de projeto urbano na PUC-RIO e pesquisadora apaixonada por cidades.

RICARDO RIBEIRO RODRIGUES pesquisador do LERF – Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal da ESALQ, que coordenou por anos o Programa BIOTA da FAPESP.

FERNANDO MARTINS pesquisador da Unicamp, um dos maiores especialistas em Cerrado do Brasil que se dedica a décadas ao desenvolvimento de pesquisa na Estação Ecológica de Itirapina.

O evento é totalmente gratuito e aberto mas com vagas limitadas.
Inscreva-se no site http://festivalcultivar.com.br/inscreva-se/

Oficinas
Sábado e Domingo, 20 e 21 de Setembro, Parque da Água Branca.
Inúmeras oficinas gratuitas estarão sendo oferecidas ao público, não perca a chance.

Ao todo 15 oficinas estarão ocorrendo, entre elas:

  • Plantas aquáticas e aquário Auto-Ciclante com o Dr. Max Wagner
  • Criando um jardim de borboletas com a especialista Paulina Arce
  • Realizar intervenções urbanas, como criar hortas, ocupar praças e melhorar espaços públicos com a Arquiteta e Socioativista Luciana Cury.
  • Arte revolucionária com elementos da natureza, com o Artista Plástico Valdinei Calvento

As oficinas são totalmente gratuitas e abertas mas com vagas limitadas.
Inscreva-se no site http://festivalcultivar.com.br/inscreva-se/

Atrações Culturais
Sábado e Domingo, 20 e 21 de Setembro, Parque da Água Branca.
Uma variedade de atrações para toda a família.

Entre elas:
Reinvente a sua camiseta –  leve uma camiseta antiga para receber gratuitamente uma estampa nova “na hora”, com o artista Alexandre Ribeiro da Oficina Serigráfica.

Show com a Banda Alana - O ritmo da cidadania, um projeto que capacita jovens para atuar no mercardo profissional. Ao todo 40 músicos, com idade entre 11 e 21 anos, já passaram pelo projeto sob orientação de Silvanny Rodrigues e Adriana Biancolini.

Txai e os Agricultores Sonoros – Um projeto musical sócio-ambiental formado a partir de Txai Brasil com um conjunto de músicos, videomakers e produtores culturais ativistas e praticantes da sustentabilidade.

As atividades acontecem na arena do Parque Água Branca e não necessitam de inscrição.

Expedições
Sábado e Domingo, 20 e 21 de Setembro, Água Branca e Buenos Aires.
Acompanhe as últimas expedições urbanas do Festival.
Com o tema Aves e Árvores, com Juliana Gatti e Sandro Von Matter.
Vagas limitadas inscreva-se em:
http://festivalcultivar.com.br/inscreva-se/

10321043_634640369940858_8283659793648056607_o

Fechando as atividades do Dia da Árvore do FESTIVAL CULTIVAR venha saborear o lindo filme documentário premiado – SEMENTES DO NOSSO QUINTAL – com direito à palestra da diretora Fernanda Heinz Figueiredo no Espaço Cultural Tatersal dentro do Parque Da Água Branca

Garanta seu lugar faça inscrição gratuita aqui

O filme retrata o cotidiano de uma escola de educação infantil sem precedentes que, através do pensamento-em-ação de sua idealizadora, a controversa e carismática educadora Therezita Pagani, nos revela o potencial estruturante da educação infantil verdadeira, firme e sensível.

O documentário nos leva a uma escola onde a criança está acima de métodos e fórmulas de se educar. Onde natureza, música, arte, conflitos, magia e cultura popular regem o encontro das crianças, que convivem diariamente entre diferentes faixas etárias. “Sementes do Nosso Quintal” é, antes de tudo, um filme que trata da vida de todos nós, através de uma escola.

A Te-arte, assim como a vida de um modo geral, não segue roteiros, planejamentos, rótulos, currículos ou métodos. Segue o rumo da experiência humana no seu ciclo de desenvolvimento, com todos os elementos que a compõe, ou seja, um arsenal de possibilidades e relações que não se encaixam em pré-roteiros, e muito menos em currículos pedagógicos pré-estabelecidos.

10321043_634640369940858_8283659793648056607_o

01 SP_CHAMADA_FECHADO.indd

Programação completa do #festivalcultivar para compartilhar e semear nas suas redes!

Participe de palestras, oficinas, shows, expedições e muitas atividades com sua família e amigos!!

01 SP_CHAMADA_FECHADO.indd01 SP_PROG_FECHADO.indd

foto sandro von matter IMG_0083 (1)

foto sandro von matter IMG_0083 (1)

Passeios verdes mostram riqueza natural em plena Avenida Paulista e Estação da Luz

Em um primeiro instante pode parecer improvável, mas as regiões centrais de São Paulo abrigam um mundo discreto no qual a flora e um pouco da fauna podem ser contempladas. Essa nova perspectiva de vivenciar a cidade será apresentada nos domingos dos dias 7 e 14 de setembro em expedições urbanas promovidas pelo 5º Festival Cultivar, evento organizado pelo instituto Árvores Vivas.

A primeira será a Expedição Origem que tem o objetivo de reconectar os participantes as estruturas originais da natureza na cidade. Muitas das árvores do local percorrido, que é o Parque Tenente Siqueira Campos, tem mais de 300 anos de idade. Isso inclui também um jequitibá com cerca de 500 anos e revela a permanência da natureza na Mata do Caaguaçu, que era o mato grande que ocupava a região da Avenida Paulista. Especialistas em árvores, vegetação, ecologia, fauna e hidrografia estarão presentes, permitindo uma visão integral da paisagem e do espaço que, muitas vezes, têm suas riquezas e história ignorados.

Já a Expedição Árvores do Mundo leva ao Parque Jardim da Luz, primeiro jardim público da cidade de São Paulo inaugurado em 1798 com o nome Jardim Botânico e depois reaberto em 1825. O local apresenta um patrimônio vegetal com espécies de todo o mundo, algumas mais do que centenárias. Conhecer essas árvores antigas e tão representativas é o foco deste passeio inédito e muito especial.

As vagas são ilimitadas para ambas as expedições e as inscrições online podem ser feitas pelo link: http://goo.gl/SCu1qU.

Durante os outros dias da Quinta Edição do Festival Cultivar, que acontece em São Paulo até 24 de setembro, serão realizados ciclos de palestras, atividades ao ar livre, oficinas e atividades culturais, apresentação musical e sessão de cinema.

Clique para ver a programação completa: http://festivalcultivar.com.br/


SERVIÇO

EXPEDIÇÃO ORIGEM

Quando: Domingo, 7 de setembro

Onde: Parque Tenente Siqueira Campos – Trianon
Na Avenida Paulista (entrada em frente ao MASP, a 200m da estação de metrô Trianon/ Masp – Linha 2 Verde)

Horário: Das 9h30 às 13h (recepção às 9h)

EXPEDIÇÃO ÁRVORES DO MUNDO

Quando: Domingo, 14 de setembro

Onde: Parque Jardim da Luz (ao lado da Pinacoteca do Estado, acesso direto na estação do metrô Luz – linha 1 azul e 4 amarela – e a 400m da estação de metrô Tiradentes – linha 1 azul)

Horário: Das 9h30 às 13h (recepção às 9h)

 

559245_475070705844474_1995819367_n

A atriz Juliana Bazanelli realizará intervenções artísticas no Festival Cultivar.

O trabalho da artista prima pelo encontro por meio da poesia.  Trazendo o encantamento da contação de histórias, músicas, danças e brincadeiras, as intervenções criarão um  ambiente celebrativo e lúdico, onde o público participante irá refletir sobre o meio ambiente, bem como despertar para o reconhecimento da beleza e valor de cada ser e da natureza que nos rodeia e da qual somos parte integrante.

A cada dia de apresentação, estará junto com Juliana Bazanelli um artista convidado por ela.

Acompanhe a agenda de apresentações:

  • Dia 07 de setembro – apresentação com Daniel Moray para a EXPEDIÇÃO ORIGEM no Parque Trianon – a partir das 9h
  • Dia 14 de setembro com Julia Busca-pé criando um trajeto poético musical para acompanhar as curiosidades sobre as árvores e ao final realizam uma apresentação para famílias – EXPEDIÇÃO ÁRVORES DO MUNDO no Parque Jardim da Luz – a partir das 9h
  • Dia 20 de setembro sábado antes do início do CULTIVAR CICLOS em parceria com Marina Siqueira a dupla receberá todos participantes desta noite de palestras – Parque da Água Branca a partir das 17h30
  • Dia 21 de setembro no Parque Buenos Aires, uma celebração para o DIA DA ÁRVORE em parceria com Rick Solar fazendo uma mágica contação de histórias das árvores – a partir das 11h
txai_e_agricultores_sonoros

Um projeto musical sócio-ambiental formado a partir de Txai Brasil com um conjunto de músicos, videomakers e produtores culturais ativistas e praticantes da sustentabilidade.

Txai Brasil remonta já mais de 15 anos nessa jornada musical de levar sua musica brasileira nas conferencias da ONU (Montreal, Polonia, Bali e Copenhagen), Foruns sócio-ambientais, Viradas culturais e sustentáveis, bem como de compor temas para movimentos (como Floresta Faz Diferença e Frente das vítimas da violência) e coletivos (Sampapé, A Batata precisa de vc, Rios e Ruas, dentre outros).

Com os agricultores sonoros, o espetáculo musical é pautado também por inserções sobre projetos e iniciativas sócio-ambientais que são incorporados por elementos que fazem parte do grupo (como reciclagem de tecido, cooperativismo, cultura caiçara, florestas) e mesmo do cenário (como Severino, o boneco catador de recicláveis).

No repertório para o Festival Cultivar no dia da Árvore, ritmos brasileiros e clássicos da musica nacional que fazem parte dessa jornada sócio-ambiental, compondo um ambiente leve, festivo e inclusivo, que envolve crianças e adultos de todas as gerações, cantando, brincando e dançando, ao mesmo tempo, promovendo a consciência sócio-ambiental e incitando a aproximação desta na vida e ações das pessoas.

 

SERVIÇO

dia 21 de Setembro às 11h no Parque da Água Branca

 

 

txai_e_agricultores_sonoros

foto Paula Godinho